Consumidor Positivo

Consumidor Positivo

A partir do momento que realizamos qualquer tipo de compra através de sistemas de crédito, todas as instituições onde negociamos realizam uma análise de todo o risco que cada cliente possui no Brasil de inadimplência, verificando assim toda a possibilidade de não se realizar os pagamentos das obrigações. Sem este tipo de restrição, o governo alega que haveria uma possível restrição de créditos, mesmo que o usuário estivesse com o nome limpo, por exemplo,além do que as taxas de juros seriam mais altas do que atualmente.

Publicidade:

Qual a finalidade do consumidor positivo?

Levando em conta toda esta necessidade precisa de informação é que foram criados vários tipos de bancos de dados, uma série de conjuntos de informações sobre os consumidores que acabam ficando liberadas para vários tipos de fornecedores.

Com isto, como órgãos mais conhecidos temos o Serasa Experian, este que nada mais é do que o Serviço de Proteção ao Crédito, entre outras instituições. Todas as principais fontes para os bancos de dados são os próprios bancos, financeiras, entre vários outros tipos de órgãos que acabam construindo ao passar do tempo um bom histórico de pagamentos totalmente baseadas nos pagamentos ou não das dívidas de parte de todos os consumidores.

Publicidade:


A partir de 2013 começou a valer o chamado Cadastro Positivo, este que nada mais é do que um grande banco de dados que passa a registrar agora inclusive aqueles clientes que estão em dia com todas as suas contas e seus empréstimos, bem como financiamentos, crediários e ainda contas convencionais. Isto se trata de um conjunto diversificado de informações sobre todos os níveis de pagamento de obrigações vindo da parte dos consumidores. Além de tudo isto devem ser registrados os débitos que estiverem em andamento e ainda não estão vencidos.

Consumidor Positivo

Consumidor Positivo

A grande promessa de todas as instituições é que se utilizando do cadastro do consumidor positivo se possa ter uma redução de taxas de juros aos consumidores com a ideia de que apenas as informações de dívidas não pagas não seriam consideradas corretas para analisar o risco. Muitos criticam esta posição dizendo que as associações poderão até mesmo barrar créditos aos clientes.

Publicidade:

Se o consumidor não confiar no sistema, porém de nada irá adiantar toda a operacionalização de bancos de dados para comprovar ou ainda medir possíveis benefícios que as instituições de crédito deveriam oferecer para os clientes.

Este cadastro depende exclusivamente de toda a autorização do cliente para que as informações possam ser compartilhadas com todos.

O que achou desta atitude do governo em querer diferenciar os bons pagadores através do consumidor positivo? Deixe aqui nos comentários a sua opinião.

Publicidade:

Curta e Compartilhe!

7 Comentários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONSULTAR CPF – SITE NÃO OFICIAL DE CONTEÚDO INFORMATIVO GRÁTIS - POLÍTICA DE PRIVACIDADE