Como consultar no Serasa


Saber se o nome está sujo ou não ajuda na hora de organizar finanças

Ficar com o nome sujo é uma situação delicada. Esse é o nome dado quando o nome de uma pessoa Física (consulta cpf) ou Jurídica (consulta cnpj)é cadastrado em órgãos como o Serasa (Centralização dos Serviços Bancários S/A). Este órgão é particular e diversas empresas fazem parceria, toda vez quem um cliente dessas empresas se torna inadimplente e contrai dividas que não paga seu nome é colocado no Serasa. Então, toda vez que você for fazer uma compra em determinados locais, ou financiamentos é puxado a situação do seu nome, e se ele estiver sujo é perda de negócio na hora. Por isso crédito no nome é importante.

Consulta SERASA Grátis

consulta ao Serasa pode ser feita pessoalmente em um dos postos de atendimento de forma gratuita ou no site do Serasa de forma paga. Os postos de atendimento podem ser encontrado neste link. Já de forma online não existe nenhuma forma gratuita de consulta, por isso é preciso ficar atento a sites que fazem falsas promessas. O preço inicial das consultas na internet, mais precisamente no site do Serasa é de R$ 30.

Quem realiza consulta ao Serasa consegue acompanhar sua situação financeira e garantir que seu nome não esteja sujo. Na consulta são mostradas pendências financeiras, existência ou não de protestos, participação do consumidor em falências, cheques sem fundos, dividas vencidas, e ações judiciais. Na consulta a pessoas jurídicas é possível verificar a situação financeira da empresa e evitar fraudes. As consultas podem ser simples ou completas, depende da necessidade do consumidor ou empresa.

Como consultar no Serasa / Imagem reprodução site do Serasa

Como consultar no Serasa / Imagem reprodução site do Serasa

 

Serasa é uma instituição importante para a economia. Ela evita que as empresas e até consumidores fechem negócios e compras com pessoas ou instituições duvidosas. A inadimplência é um dos maiores motivos dos aumentos dos juros no mercado, por exemplo, quando o numero de inadimplentes no setor de financiamento de imóveis cresce, os juros aumentam para compensar essa falta que as empresas estão sentindo. Por isso é importante que as suas finanças pessoais sejam sempre bem planejadas e se evitar ao máximo contrair dividas. O mesmo vale para as empresas que quando bem organizadas financeiramente evitam perdas e até a falência.


9 Comentários

Comentar!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *